Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Escritura pública de prédio permite à CMI avançar com a requalificação do antigo quartel dos BVI

Img 4497 1 1024 2500
05 Setembro 2017

Teve lugar, no dia 4 de setembro, a escritura pública do prédio onde esteve instalado, até ao passado dia 31 de março, o antigo quartel dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo.


Esta escritura, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Fernando Caçoilo, dos Presidente e Vice-Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo, Hélder Bartolomeu e Pedro Rosa Novo, realizou-se no âmbito do Protocolo de Cooperação Técnica e Financeira, celebrado em 2013, entre a Câmara Municipal de Ílhavo e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo, através do qual foi atribuído um apoio adicional no valor de 289.000,00 euros para a construção do novo quartel dos BVI. De referir ainda que este aditamento ao protocolo resultou da negociação final do balanço do custo da construção e o valor apoiado pelo POVT, tendo por base a estreita cooperação entre a CMI e as Associações do Município. Neste enquadramento, o contributo total do Município, incluindo a aquisição dos terrenos, ultrapassou os 800.000,00 euros.
Com a entrega deste valor, a AHBVI transmitiu para a propriedade da Câmara Municipal o prédio junto à Igreja Matriz pelo preço simbólico de 1,00 euro, estando agora reunidas as condições para se proceder à revitalização desta zona urbana central.


A Câmara Municipal de Ílhavo vai proceder a uma revalorização da imagem urbana local, enquadrando a Igreja Matriz de Ílhavo no espaço público adjacente, contextualizando a sua presença e o seu valor simbólico na cidade. Este espaço será qualificado no sentido de vir a acolher uma unidade urbana para a valorização e interpretação do património religioso de Ílhavo com enfoque na religiosidade ligada ao Mar, comércio, sala multifunções e uma área dedicada à Confraria Gastronómica do Bacalhau. Para tal, será então demolida uma zona parcial do antigo edifício do Quartel dos BVI, desobstruindo, desta forma, os elementos arquitetónicos mais relevantes do alçado norte da Igreja Matriz, criando-se, em paralelo, um espaço público edificado e uma zona verde de grande qualidade urbana para fruição dos munícipes.


Este é um projeto central no âmbito do processo de revitalização do centro histórico de Ílhavo contemplado no PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano submetido ao CENTRO2020, já que o enriquecerá com elementos qualificadores e diferenciadores, que conjugados com outros investimentos em curso no município resultarão numa maior atratividade do centro histórico e na correspondente dinamização das atividades económicas nele existentes.